Inovação

Suécia criou bateria recarregável feita de concreto

Pesquisadores suecos da Universidade Chalmers de Tecnologia criaram uma bateria recarregável feita de concreto.

Outros testes com a tecnologia de bateria de concreto já haviam sido realizados, porém não atingiram as expectativas:

“Os resultados de estudos anteriores que investigavam a tecnologia de bateria de concreto mostraram um desempenho muito baixo, então percebemos que tínhamos que pensar fora da caixa para encontrar outra maneira de produzir o eletrodo”

Emma Zhang, professora

Como resultado, para reter mais energia e aumentar a condutividade, os pesquisadores utilizaram uma mistura feita à base de cimento com pequenas quantidades de fibra de carbono.

Além disso, também foi adicionada uma malha de fibra de carbono revestida de metal, com ferro para o ânodo e níquel para o cátodo.

Conceito das baterias de concreto

A bateria recarregável feita de concreto poderá transformar prédios em “enormes baterias” de concreto, se tornando células energéticas supereficientes e também sustentáveis.

Como a bateria recarregável de concreto poderia ser utilizada?

A bateria criada conta com uma densidade de energia de 7 watts por metro quadrado, sendo uma densidade baixa quando comparada a baterias de íons de lítio, por exemplo.

No entanto, ela pode ser compensada pelo volume da construção onde ela poderia ser implantada, como no caso de edifícios.

As baterias recarregáveis de concreto podem ser utilizadas para:

  • alimentação de lâmpadas LED;
  • proteção catódica contra corrosão de estruturas metálicas;
  • fornecimento de conexões de internet em áreas remotas;
  • entre outros.

De acordo com a professora Zhang, as baterias de concreto também poderiam ser ser acopladas a painéis de células solares, fornecendo eletricidade.

Além disso, outra possibilidade é se tornar a fonte de energia para sistemas de monitoramento, como em rodovias ou pontes, com sensores para detectar rachaduras ou corrosão.

Problemas a serem enfrentados

Apesar de ser uma boa inovação, ainda é preciso descobrir como estender a vida útil das baterias de concreto.

Além disso, outro problema é se a sua reciclagem a longo prazo seria possível ou não, visto que a infraestrutura de concreto geralmente é construída para durar 50 ou até 100 anos.

“As baterias precisariam ser refinadas para corresponder a todo esse tempo ou serem mais fáceis de trocar e reciclar quando sua vida útil terminar”

Emma Zhang

Fonte: Chalmers University e Canaltech

Imagem em destaque: Foto/Reprodução Chalmers University

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo