Curiosidades

Cientistas acreditam que há pedaços de outro planeta enterrados no planeta Terra

De acordo com um cientista de pós-graduação da Universidade Estadual do Arizona, há razões para acreditar que existem pedaços de outro planeta enterrados no planeta Terra.

Existem duas bolhas imensas, que contém um material denso nas profundezas do manto da Terra, mais especificamente sob a África Ocidental e o Oceano Pacífico.

Essas duas bolhas contam com milhares de quilômetros de largura, e segundo a Revista Science, existem evidências de que sejam fragmentos de um antigo protoplaneta.

Esse protoplaneta foi batizado de Theia, e caiu em nosso planeta cerca de 4,5 bilhões de anos atrás.

De acordo com a revista científica, muitos cientistas suspetivam que havia uma ligação entre as duas imensas bolhas (conhecidas como LLSVPs) e a Lua. No entanto, grande parte dos cientistas acreditavam que essas bolhas deveriam ser uma espécie de “cicatriz planetária” do impacto do protoplaneta.

Isto é, se acreditava que as bolhas eram somente uma cicatriz, e não pedaços do próprio planeta Theia.

A ideia de ter “pedaços” de outro planeta foi apresentado em uma conferência

Qian Yuan, o estudante de pós graduação responsável pelo novo estudo sobre os fragmentos apresentou sua ideia na Conferência de Ciência Lunar e Planetária neste mês de março.

A hipótese de Yuan foi a mais convincente, visto que até mesmo sismólogos que não participaram dos estudos afirmaram que a ideia é viável devido a principal evidência no trabalho do estudante.

A principal evidência foi que as bolhas encontradas são quimicamente diferentes de todo resto da rocha do manto que as cerca e tem seis vezes a massa da lua, sendo capaz de arrancá-la de nosso planeta.

Essa informação leva a acreditar que os LLSVPs tem origem extraterrestre, apesar da pesquisa ainda ser especulativa.

Alguns sismólogos que viram a pesquisa do estudante foram mais convencidos da ideia de que fragmentos de outro planeta estejam enterrados na Terra.

Caso a confirmação fosse realizada, isso relevaria que o passado antigo da Terra era muito mais violento que o atual, entre diversas outras informações relevantes ao meio científico.


Imagem em destaque: Mark Garlick/Science Photo Library/Getty Images

Fonte: Hype Science

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo