Curiosidades

Mistério de gigantesca cratera na Sibéria é resolvido

Já faz um bom tempo que a gigantesca cratera chama a atenção de cientistas e pessoas em todo o mundo, ela mede 20 metros de largura e 30 metros de profundidade.

Muitas hipóteses como meteoros, alienígenas, bombas, dentre outras, haviam sido levantadas, mas ainda bem que a ciência nos ajudou a descobrir o motivo: foram as mudanças climáticas.

O local onde está localizada a cratera é composto de permafrost, um tipo de solo composto por terra, gelo e rochas permanentemente congelados. Na Sibéria também conta com um reservatório natural do gás metano, que com o aquecimento, gerou o derretimento e a liberação do gás, que sem ter para onde escapar, gerou uma explosão interna e formou a cratera gigantesca.

Ainda não está clara a origem do metano, é possível que venha de camadas profundas da Terra ou próximo da superfície.

Um dos pesquisadores responsáveis, foi Evgeny Chuvilin, do centro para Recuperação de Hidrocarbonetos do Instituto de Ciência e Tecnologia Skolkovo e também explicou que a cratera conhecida como C17 estava bem preservada, o que permitiu o estudo.

Veja um vídeo explicativo sobre o que acontece, você pode ativar legendas:


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet

Engenharia Hoje

Há mais de 9 anos no mercado, o Engenharia Hoje é um dos maiores portais de engenharia do país, sempre levando conteúdos sobre Tecnologia, Inovação e muito mais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo