Sustentabilidade

Casa móvel que pode ser levada para viagens

Em alguns países é costume passar as férias junto com a família ao ar livre. 

Certas pessoas compram terrenos e constroem casas de veraneio para essas ocasiões.

Outras tem a preferência por se hospedar em hotéis que oferecem programação mais do que especial. 

Pensando em uma solução de baixo custo e com um estilo de vida com menos impacto.

A designer Hristina Hristova criou uma casa móvel minimalista para ser utilizada.

O resultado foi uma mini-casa semelhante a um trailer de madeira.

Foi chamada de Koleiba pela criadora e inteiramente feita em tábuas de madeira. 

A cabana fica sobre um reboque permitindo que a residência seja levada para qualquer lugar. 

Segundo Hristina o orçamento era limitado o que manteve a ideia de comprar um terreno e construir algo o mais distante e impossível, mesmo construindo a casa, seriam uma parte do exército de concreto que invadiu a costa.

Então, acabaram optando por fazer o retiro deles sobre rodas.

A mini-casa conta com um cômodo apenas, possuindo móveis de cozinha, armários e um sofá-cama, feitos  de madeira. 

Maior contato com a natureza nas casa móvel

Segundo Hristina, a ideia era que o material utilizado para a construção da estrutura tivesse o mais a ver com a natureza.

Até mesmo no cheiro de madeira recém-cortada.

A designer diz também que cumpre o costume búlgaro de tomar vinho à tarde – transformando-se em longos jantares – do lado de fora da Koleiba, onde existe um toldo de tecido podendo ser aberto nestes momentos. 

O tecido ajuda a iluminar o ambiente da casa móvel, refletindo a iluminação externa, protegendo, também, do clima do lado de fora.

Para Hristina mais do que apenas uma necessidade, a mini-casa representa “a nossa resposta ao consumismo invasor que nos encoraja a sempre queremos nossas casas maiores, melhores e desnecessariamente luxuosas ”, ela ressaltou para o site Dornob.


Imagem em destaque: Foto/ Reprodução: Internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo