Sustentabilidade

Dinamarca irá gerar energia limpa em ilha artificial para 10 milhões de casas

No início de fevereiro, a Agência de Energia da Dinamarca anunciou que o país irá construir uma ilha artificial.

A ilha irá ter como principal objetivo produzir uma energia limpa a 80km da costa, no mar do Norte.

Como resultado, o novo local será capaz de auxiliar no processo de renovação da indústria energética da Dinamarca.

Quando estiver concluída, a ilha artificial será capaz de oferecer 10 GW (1e+10 watts) de eletricidade, suprindo necessidade de cerca de 10 milhões de residências da Europa.

Segundo o Ministério do Clima, Energia e Serviços Públicos da Dinamarca, a ilha será capaz de produzir uma quantidade nunca antes vista de eletricidade “limpa”.

Se trata de um dos principais projetos do governo para a transição verde na Europa, que será viabilizado por uma parceria público-privada do país

Sobre a ilha artificial

A ilha deverá ser grande, contando com 120 mil m² de extensão, o que equivale a 18 campos de futebol.

Todo o local irá funcionar como uma usina offshore, isto é, reunindo e também distribuindo a eletricidade de diversas turbinas eólicas ao redor da ilha diretamente para os consumidores.

É estimado que logo em sua primeira fase será possível fornecer energia a cerca de três milhões de lares europeus.

O projeto da ilha artificial irá custa aproximadamente US$34 bilhões (cerca de R$180 bilhões), com expectativa de já estar operando até 2033, segundo a Reuters.

Produção de combustível verde

De acordo com os responsáveis, a ilha irá servir como base para a produção de “combustível verde”.

Nesse processo, o excedente que for criado pela energia eólica é utilizado para extrair hidrogênio da água do mar.

Todo o processo é realizado sem emitir dióxido de carbono, sendo um dos principais focos no país para reduzir essa emissão.

O combustível verde será enviada por cabos submarinos para a Dinamarca e também para seus países vizinhos.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo