Sustentabilidade

Gerador eólico criado por chineses conta com “fitas ao vento”

Geradores eólicos com fitas

O gerador eólico é uma ótima alternativa.

Por conta do elevado peso e do grande diâmetro das pás de uma turbina eólica, a maioria dos ventos são demasiadamente fracos para empurrá-las.

No entanto, os pesquisadores chineses projetam agora um mini gerador eólico capaz de gerar eletricidade a partir de brisas tão suaves.

Como por hora a tecnologia em que minúsculos geradores tiram a utilidade de usar baterias de aparelhos de baixo consumo, como sensores ambientais a inovação permanece restrita ao campo dos nanogeradores e da colheita de energia.

Porém os cientistas têm perspectivas de aumentar a fabricação para conseguirem gerar eletricidade e dispensarem os materiais que usa-se atualmente na fabricação de  geradores eólicos.

Ao contrário da rigidez usual dos nanogeradores piezoelétricos, a mini turbina é formada por duas fitas plásticas que geram eletricidade assim que recebem um sopro.

Os dois plásticos se carregam por eletricamente por contato – fenômeno efeito triboelétrico- gerando eletricidade que é posteriormente capturada e armazenada.

Gerador eólico: pequenos e grandes

Estudos mostraram que brisas de  5,7 quilômetros por hora (km/h) foram  suficientes para ligar o nanogerador.

Evidenciando, assim, um enorme potencial de usar as turbinas em locais que não tem grande quantidade de ventos, como o sul e sudeste brasileiro.

Visto que a esta velocidade as duas tiras de plástico conseguem vibrar em sincronia  

Esse novo dispositivo mostrou uma eficiência de conversão de vento superior ao desempenho relatados nos parques de energia eólica, estuda-se que cerca de 3% do vento se converta em eletricidade.

Essa a energia gerada é  suficiente para alimentar por exemplo cerca de 100 LEDs e sensores de temperatura.

O professor chefe da pesquisa afirma que os próximos passos vão desde substituir as baterias de pequenos aparelhos eletrônicos a também criar versões grandes do seu gerador.


Fonte: Inovação tecnológica

Imagem em destaque: Imagem/Reprodução Xin Chen, Xiaojing Mu, e Ya Yang

Fonte
Inovação tecnológica

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo