Tecnologia

Empresa lançou arma de micro-ondas para fritar drones

Uma arma de micro-ondas chamada Leonidas tem como principal objetivo de fritar drones. A tecnologia foi criada por uma empresa norte-americana.

A arma, criada pela Epirus, deverá ajudar diversas instituições a combater drones inimigos, por conta de suas diversas características, entre elas, a sua função de desativar drones com a emissão de micro-ondas potentes.

Além disso, o equipamento também é relativamente pequeno, visto que entra na carroceria de uma picape.

Segundo a startup, Leonidas é um “sistema contra eletrônico com o poder e a precisão para desativar várias ameaças em uma ampla área ou neutralizar um único sistema em espaços apertados e lotados.”

A empresa afirma que a tecnologia entrega recursos contra eletrônicos sem precedentes de maneira móvel e flexível, ao invés de ocupar salas inteiras para que possa operar.

Composição da arma de micro-ondas

A composição de Leonidas é feito a partir de uma série de emissores de nitreto de gálio de estado sólido.

Impulsionando a inovação, a Epirus escolheu o nitreto de gálio (GaN) devido à sua capacidade de operar em altas tensões com baixas temperaturas, alta densidade de potência, para reduzir o tamanho, o peso e a potência de seus produtos.

Epirus

A tecnologia é semelhante aos encontrados em equipamentos 5G, e não pode ser utilizada somente para desativar drones, contando com uma ampla variedade de aplicações eletrônicas.

Para que o equipamento possa operar, não é necessário a utilização de tubos de vácuo ou um caminhão de refrigerante.

Benefícios da tecnologia

Entre alguns dos principais benefícios da arma de micro-ondas está sua inicialização rápida, que leva apenas alguns minutos.

Além disso, em seu modo de tiro de precisão ou enxame, a tecnologia é capaz de disparar 1000s de tiros por segundo.

O sistema de operação também é seguro, visto que é uma Inteligência Artificial (IA) que é controlada por software.

Em comparação a seus concorrentes, Leonidas também conta com:

  • maior mobilidade;
  • menor peso;
  • poder e alcance semelhantes.

Eficácia da tecnologia

A arma já foi testada e comprovada: durante uma demonstração a um cliente não identificado do governo dos Estados Unidos, 66 alvos foram eliminados.

Esses alvos foram eliminados em investidas, que, em algumas vezes, foram capazes de derrubar diversos alvos de uma só vez.

De acordo com Justin Bronk, pesquisador do Royal United Services Institute (RUSI), a precisão é essencial na tecnologia.

Segundo o pesquisador, qualquer desvio pode danificar infraestruturas de energia elétrica ou então “fritar dispositivos” variados.


Fonte: Tecmundo e Epirus

Imagem em Destaque: Epirus

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo