Inovação

Engenheiros da Espanha conseguiram criar vigas de plástico impressas em 3D, mais resistentes que o aço e concreto

As vigas de plástico impressas em 3D criadas por engenheiros da Universidade Politécnica de Valência, na Espanha, chamam a atenção pela sua resistência, que são mais resistentes que aço e concreto.

Apesar de não contar com componentes metálicos em sua composição, as vigas são reforçadas com elementos que são capazes de oferecer a rigidez necessária à estrutura.

Segundo os engenheiros, a estrutura da viga foi inspirada nos ossos humanos ao redor da epífise, e tinha como objetivo propor uma alternativa às vigas tradicionais, de concreto armado.

Vantagens das vigas de plástico em 3D

Elas trazem diversos benefícios, sendo o principal a sua versatilidade e peso: as vigas são fabricadas em pequenos blocos, que são simples de transportar, visto que pesam 80% menos que as vigas metálicas e de concreto.

De acordo com os engenheiros responsáveis pela criação, a estrutura é alveolar, o que permite diminuir a quantidade de plástico utilizado mantendo a sua rigidez estrutural. e, consequentemente, reduzindo seu peso.

É um sistema natural muito inteligente e a sua reprodução nestas vigas tira proveito dele, com um baixo peso estrutural e capacidade mecânica muito elevadas”, completou o pesquisador.

Além de não precisar de guindastes ou caminhões para transporte ou instalação, elas podem ser montadas no local necessário em um pouco, mesmo que seja de uma localidade de difícil acesso.

Outro grande benefício das vigas de plástico são a sua própria composição, que colabora tanto para construções mais sustentáveis quanto para a reciclagem.

Todos esses fatores fazem com que haja não só economia de dinheiro, por conta do material, menos dificuldades de transporte e mão de obra, como também economia de tempo, devido ao tempo de instalação.

Assim, as vigas de plástico criadas pelos engenheiros são capazes de revolucionar a área, trazendo redução nos custos e mobilidade para todas obras, em qualquer lugar do mundo.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução UPV

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo