Inovação

NASA irá testar um avião 100% elétrico

A NASA está se preparando para realizar um teste de alta voltagem em seu avião 100% elétrico experimental, o X-57 Maxwell.

Um avião totalmente elétrico que vem sendo desenvolvido para demonstrar tecnologia de redução de combustível, ruído e emissões.

O ensaio vai avaliar a aplicabilidade de baterias de alta tensão para o sistema de propulsão elétrico do avião, e será realizado no Armstrong Flight Research Center da NASA, na comunidade californiana de Edwards, nos EUA.

A conclusão dessa fase de testes de solo é fundamental para o projeto em si.

Pois marca a transição do estágio de avaliação dos componentes e protótipos para a etapa de operação real do veículo como aeronave integrada.

Incluindo os testes de táxi e o primeiro voo.

Testes elétricos do X-57: avião 100% elétrico

Antes realizados em baixa potência, os novos testes incluem a operação da aeronave com capacidade máxima. 

Os dois primeiros motores elétricos de cruzeiro do avião X-57, fabricados pela empresa ESAero (Empirical Systems Aerospace).

Permitem que o giro das hélices funcione conforme o esperado.

O que está em jogo nos investimentos da NASA na aviação  é um sistema chamado Propulsão Eletrificada para Aeronaves (EAP).

Que a agência pretende disponibilizar aos grandes players da aviação mundial até o ano de 2035, após utilizá-lo em aviões menores com baixa autonomia.

Em sequência de muitos testes estruturais de solo, o X-57, em sua primeira configuração como aeronave elétrica chamada de Mod II.

Utiliza um sistema de suporte de bateria, permitindo aos engenheiros a verificação de sequência de inicialização, desligamento e o novo software de controle do motor.

Este software foi projetado a pouco tempo, junto com outros componentes críticos, pela ESAero, com base em testes que já foram realizados. 

Esta empresa, localizada na cidade de San Luis Obispo, também na Califórnia, é a principal contratante do projeto.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo