Notícias

Bitcoin atinge novo recorde: valor de mercado próximo a US$ 1 trilhão

O bitcoin atinge um novo recorde, e além de ser a criptomoeda mais conhecida do mundo, também está tendo uma valorização ainda maior.

No dia 10 de fevereiro deste ano, o bitcoin chegou próximo para uma capitalização de mercado de US$1 trilhão.

Além disso, nesse mesmo mês a moeda também ganhou uma valorização de aproximadamente 60%, chegando a valer US$51 mil.

Com a valorização da criptomoeda que ocorreu durante o dia dez, o valor está atualmente em US$52.932

Capitalização do mercado

Quando falamos da capitalização do mercado do bitcoin, estamos falando de aproximadamente US$982 milhões.

Juntando o bitcoin a todas outras moedas digitais, também é possível chegar em um outro valor exorbitante: US$1,6 trilhão.

Os dados acimas estão no CoinMarketCap, que contém todos os dados a respeito de criptomoedas em tempo real.

A ether ou ethereum, principal concorrente do bitcoin quando se trata de criptomoedas, caiu 0,5%. No entanto, está próxima do recorde de US$1.951.

Motivo pelo qual o bitcoin atinge novo recorde

A valorização da criptomoeda ocorreu devido aos sinais de aceitação de algumas grandes empresas e também de investidores, como por exemplo:

  • Tesla;
  • BNY Mellon;
  • Mastercard;
  • Entre outros.

O empresário Elon Musk, dono da Tesla e um grande fã da criptomoeda já afirmou no mês de fevereiro de que possuir a moeda digital é ainda melhor que guardar dinheiro.

Além disso, Musk também defendeu a compra de US$1,5 bilhão em bitcoin de sua empresa, o que fez com que o preço da moeda subisse em 17%.

De acordo com a empresa Tesla, a compra tem como objetivo maximizar a rentabilidade do dinheiro que não é utilizado no cotidiano do empreendimento.

Opiniões dos especialistas

De acordo com o banco de investimentos JP Morgan, os ativos criptográficos ainda são classificados como o hedge mais pobre para grandes perdas em ações.

Os analistas do banco também afirmam que os benefícios de diversificação são questionáveis, com preço acima dos custos de produção.

Isto é, os preços atuais da criptomoeda mais conhecida do mundo estão muito acima de um valor justo, teoricamente.

Por fim, existem também os investidores que relatam que volatilidade da moeda é um grande “problema” para que enfim ela seja um dos meios de pagamentos “comuns”.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo