Notícias

Mini elétrico será lançado por Nissan e Mitsubishi a um custo acessível

Um mini carro elétrico será apresentado por um preço acessível em 2022: custando apenas US$ 18,3 mil (cerca de R$ 100 mil na conversão direta).

O mini veículo será fabricado pela Nissan e Mitsubishi, sendo lançado inicialmente no Japão, utilizando como base o IMk, da Nissan.

No Japão, o valor será de 2 milhões de ienes em seu lançamento, mas com possibilidade de queda para 1 milhão em cidades que contam com subsídios, como no caso da capital do país, Tóquio.

Mini elétrico terá incentivos fiscais

Segundo o site Nikkei Asia, o lançamento do veículo irá receber incentivos fiscais do governo japonês, por conta de seu perfil compacto.

O incentivo pode ocorrer desde a produção a até mesmo o estacionamento do veículo, devido ao formato “Kei cars”.

Os “Kei cars” são uma categoria específica de mini veículos que são extremamente populares em países asiáticos.

Aproximadamente 40% do mercado japonês conta com esse formato de mini veículos, e, apesar de não ser popular fora da Ásia, essa classificação existe desde o final dos anos 40.

Existe até mesmo uma regulação local para os Kei cars: os veículos não devem exceder mais de 3,4 metros de comprimento, 1,4 metros de largura e 2 metros de altura.

De acordo com o Nikkei Asia, o mini elétrico deve contar com cerca de 200km de autonomia de bateria.

Além disso, eles são limitados a uma potência de 64 cv (cerca de 47kW).

Preço acessível será o diferencial

Segundo o Nikkei Asia, as empresas do setor buscam oferecer um modelo barato capaz de acelerar a introdução dos veículos elétricos no Japão.

Isso se dá por conta dos veículos elétricos serem pouco acessíveis, mesmo após os subsídios do governo.

Atualmente, o Japão conta com poucos carros elétricos, em comparação a China e Europa, e por isso um preço chamativo poderá aumentar desses veículos no país.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Nissan

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo