Notícias

OVNIs perseguiram marinha dos EUA e até hoje ninguém descobriu o mistério

OVNIs perseguiram a marinha dos Estados Unidos durante a guerra na costa da Califórnia em julho de 2019 e ainda não há ideias de quem fez isso.

Os OVNIs (Objeto Voador Não Identificado) ainda também não foram identificados como drones ou não, e não há ideia do que estavam fazendo ao perseguir a marinha.

O caso dos OVNIs que perseguiram a marinha dos Estados Unidos

A notícia foi relatada pela primeira vez pelo The Drive, que relatou registros do convés que foram obtidos pela Lei de Liberdade de Informação dos Estados Unidos (FOIA).

Nesses registros, é descrito que navios de guerra próximos ao campo de treinamento militar “sensível” foram regularmente perseguidos por drones durante vários dias, nas Ilhas do Canal.

Normalmente, esses OVNIs faziam suas viagens prolongadas durante o período da noite, em condições de baixa visibilidade.

Além disso, de acordo com os dados do sistema de identificação automática (AIS), os drones se concentraram no contratorpedeiro da classe Arleigh Burke USS Kidd.

Entretanto, o USS Rafael Peralta, o USS Russell, o USS John Finn e o USS Paul Hamilton estavam nas proximidades, alguns deles também envolvidos na perseguição.

Segundo os registros de navios e os dados do sistema de identificação automática, os drones estiveram em operação por mais de 90 minutos,

Situação atual do caso

As embarcações envolvidas não foram capazes de produzir uma imagem melhor do que ocorreu no incidente, mesmo que os relatos tenham chegado ao nível mais alto da hierarquia da Marinha.

A proporção foi ainda maior, visto que o FBI também estava envolvido na investigação do caso da perseguição.

Michael Gilday, almirante chefe de Operações Navais, falou sobre o assunto durante o evento Defense Writers Group, em Washington D.C.

Segundo o almirante chefe, a Marinha ainda não identificou os drones, mas está ciente dos avistamentos desse caso e também de outros OVNIs que ocorreram no país e estão sem explicação.

Gilday confirmou que as descobertas foram coletadas e atualmente estão sendo analisadas, através de um processo “bem estabelecido” que está em vigor.

O almirante também foi questionado se o OVNI era extraterrestre, e Gilday apesar de não negar totalmente a possibilidade, comentou que não havia nenhuma indicação disso.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Getty Images

Fonte: Gizmodo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo