Notícias

A Starlink, de Elon Musk, já tem até CNPJ para atuar no Brasil

Para quem precisa de uma internet via satélite de alta velocidade, há uma boa notícia: a Starlink, do bilionário Elon Musk, está chegando.

Existem duas empresas registradas junto à Receita Federal: a Starlink Brazil Serviços de Internet Ltda foi registrada em dezembro do ano passado, enquanto a segunda foi inscrita em outubro, ambas com capital social de R$800 mil.

A atividade principal da Starlink Brazil Serviços de Internet Ltda é de “telecomunicações por satélite”:

CNPJ da Starlink no Brasil

Starlink e pré-venda no Brasil

O serviço está em pré-venda em seu site oficial, sendo necessário pagar uma taxa de US$99 (aproximadamente R$530).

Para reservar, é necessário informar um endereço ou Plus Code (códigos que indicam o lugar sem precisar de um endereço exato).

O serviço, que já é comercializado nos Estados Unidos, tem como valor base US$99 mensais, além dos equipamentos de acesso: antena, tripé e roteador que saem por US$499 (R$2.680).

Quando a reserva é realizada em endereços no Brasil, há a seguinte mensagem:

A Starlink tem como alvo a cobertura em sua área no final de 2021.

Também há um aviso sobre a reserva e os pedidos, que podem demorar mais de seis meses, além de que a reserva não é uma “garantia de serviço”.

Exigências para atuar

Apesar de o CNPJ ter sido registrado, ainda é necessária uma autorização para operar um Serviço de Comunicação Multimídia.

Essa autorização é feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mas não é a única exigência que resta.

É preciso o documento de “Outorga de Exploração de Satélite Estrangeiro”, onde os satélites são listados com seus dados, como por exemplo:

  • posição orbital;
  • área de cobertura;
  • faixas de frequência utilizadas;
  • período de exploração.

Público-alvo e concorrência

O custo do serviço é alto, porém ocorre devido ao seu público-alvo: pessoas que residem em regiões isoladas e não contam com acesso à internet, como as regiões rurais do Brasil.

Atualmente existem duas companhias que são concorrentes à Starlink: a HughesNet e Viasat.

A HughesNet conta com planos de 10 Mb/s a 25 Mb/s, e sua mensalidade varia entre R$179,90 e R$599,90. Enquanto isso a Viasat tem planos com 10 Mb/s a 30 Mb/s, com mensalidade de R$349 a R$619.

Ambas contam com limite de uso que varia entre 40 GB a 160GB por mês.

No caso da Starlink, não há franquia de internet e as velocidades de download e upload são bem maiores que a concorrência.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo