Sustentabilidade

China criou a maior usina solar flutuante do mundo

A China criou a maior usina solar flutuante do mundo na cidade de Huainan, localizada em uma área de mineração.

A usina é de 40 MW, sendo atualmente a maior do mundo nessa categoria, com profundidade de água entre 4-10m.

Já os equipamentos pertencem também a empresa chinesa Sungrow, que foram projetados unicamente para usinas flutuantes, devendo funcionar em ambientes com alto nível de umidade e sal.

Usina solar flutuante e sua localização

A usina solar flutuante foi colocada em Huainan estrategicamente, pois o ar mais frio na superfície auxilia na hora de minimizar o risco de superaquecimento de todos painéis solares.

Além disso, a inundação que a área de mineração sofreu também torna a área “sem valor” para o campo de mineração, sendo utilizada então para outros fins.

Energia solar na China

Atualmente, o país que mais gera energia solar no mundo é a China, com uma capacidade instalada de 77 GW, mas com futuros planos para aumentar esse número.

Segundo o governo, mais 110 GW devem ser adicionados, através de um investimento de US$ 360 bilhões nos próximos três anos.

Todo esse investimento é devido ao objetivo do país, que busca obter 20% da energia somente a partir de fontes renováveis, até o ano de 2030.

Para isso, também há outro projeto chinês, que deverá criar uma das maiores usinas solares, com seis milhões de painéis fotovoltaicos e com uma capacidade de 2 gigawatts.

Essa usina deverá custar um total de US$ 2,3 bilhões, também estando dentro do investimento de US$ 360 bilhões nos próximos três anos.

Energia solar no Brasil

Em comparação ao Brasil, a energia solar da China é imensa: é esperado que somente em 2026 a nossa capacidade instalada de geração solar chegue a 13 GW.

De acordo com o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2026), 9,6 GW será de geração centralizada e o restante, 3,4 GW, será de geração distribuída.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo