Sustentabilidade

Empresa lançou um Catamarã elétrico Solar em Bora Bora

Um catamarã elétrico e que utiliza a propulsão solar é utilizado pelo resort Bora Bora Pearl Beach, localizado na Polinésia Francesa.

O veículo também chamado de “SoelCat 12” foi lançado em 2017, a fim de reduzir emissões poluentes e também auxiliar os animais marinhos, que frequentemente sofrem com o som dos veículos.

Sobre o catamarã elétrico SoelCat 12

O catamarã elétrico pertence à empresa Soel Yacths, da Holanda, através de uma parceria com uma Fundação chamada Okeanos para o Mar.

O SoelCat 12 conta com um teto solar de 45 metros, além de ser leve e ultrafino, todos os painéis resistem ao ambiente marítimo, como vento forte e ondas.

Mas essas não são as únicas vantagens do catamarã, que pode ser carregado quando estiver em terra e transportado em dois contêineres para o mundo afora, por ser desmontável.

Ele também pode ser montado em cerca de uma semana, facilitando todo o processo de montagem e desmontagem para outros países.

Ele conta com uma velocidade de oito nós, que corresponde a cerca de 14,816km por hora, mas também pode reduzir a velocidade para que a viagem dure mais tempo.

Com a velocidade de oito nós, a bateria da embarcação dura por cerca de seis horas, enquanto a velocidade de seis nós (cerca de 11,112 km/h) já faz com que a viagem possa durar 24 horas.

Mesmo durante a noite o catamarã elétrico pode continuar se movendo, pois existe também uma bateria que garante todo o abastecimento necessário.

Por fim, todos os sistemas do SoelCat 12 podem ser monitorados em tablets ou smartphones, incluindo o uso de energia do veículo.

Impactos no meio ambiente

O catamarã elétrico e solar é livre de ruídos, isto é, além da viagem ser silenciosa para todos passageiros, também ajuda os animais marinhos.

Em terra, toda a energia é capaz de abastecer até cinco residências, independentemente se é um local remoto ou não.

Outro impacto no meio ambiente é a economia de até 142 toneladas de CO2 por ano, uma vez que as embarcações tradicionais costumar consumir, em média, 200 litros por dia de combustível.

A Soel Yacths estima que o catamarã represente um custo de 20% menos do que uma embarcação tradicional, contando os custos de:

  • combustível;
  • manutenção;
  • taxas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo