Sustentabilidade

Lei foi aprovada na Espanha para acabar com carros a gasolina até 2040

Leis para acabar com carros a gasolina estão surgindo em diversos países de todo o mundo, e agora é a vez da Espanha.

A “Ley de Cambio Climático y Transición Energética” foi aprovada pela Câmara dos Deputados da Espanha como a primeira lei específica para lidar com as mudanças climáticas que vem ocorrendo.

As normas estabelecem certas metas que abrangem diversos setores, a fim de cumprir objetivos de menor emissão de carbono e também maior adoção de energias renováveis e sustentáveis.

Dentro desses setores, está o automotivo: a partir de 2040, será totalmente proibida a venda de veículos que emitam dióxido de carbono. Dentro dessa lista de “proibições” estão até mesmo os carros híbridos.

Além disso, na lei aprovada, há metas que buscam reduzir a emissão de gases de efeito estufa em 23% a partir de 2030.

A ampliação do uso de energia renováveis também deverá aumentar a partir de 2030 de 20% (o uso atual) para 42%.

Por fim, o sistema elétrico também está nas metas da nova lei: o sistema elétrico a partir de energias renováveis hoje na Espanha é de 40%, mas deverá passar para 75% também a partir de 2030.

Após a aprovação da Câmara dos Deputados da Espanha, o conjunto das normas deverá passar pelo Senador, para então ser sancionada pelo Executivo.

De acordo com as previsões, a lei “de Cambio Climático y Transición Energética” deverá ser colocada em voga a partir de maio deste ano.

Acabar com carros a gasolina: medidas que devem ser tomadas pela Espanha

Para auxiliar com o fim de veículos que emitam dióxido de carbono, os postos de gasolina deverão instalar pontos de recarga elétricos, além de contar com uma rede de abastecimento renovável.

Por fim, as cidades devem também impulsionar a mobilidade sustentável através de incentivos.

Esses incentivos podem ser direcionados tanto para o uso de bicicletas quanto para a utilização de outros veículos mais simples.


Fonte: Tecmundo

Imagem em destaque: Imagem/Reprodução Internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo