Inovação

Noruega irá construir primeiro túnel de navios

O primeiro túnel de navios do mundo será construído na Noruega, na zona oeste do país, em 2022.

A aprovação dos fundos de startups foi feita pelo governo norueguês, e a Kystverket (Administração Costeira Norueguesa) tem a expectativa de concluir a licitação ainda em 2021, a fim de que o projeto seja concluído entre 2025 a 2026.

O custo total para realizar o projeto da Administração Costeira Norueguesa deve ser de aproximadamente US$ 325 milhões (cerca de R$ 1,8 bilhão).

O projeto havia sido excluído do orçamento do governo da Noruega para 2021, mas com a pressão de alguns partidos da oposição, a gestão optou por seguir o planejamento.

O túnel de navios já é estudado há mais de 100 anos, a fim de ajudar os navios a contornar as águas de Stad.

Túnel de navios

A previsão, segundo o projeto, é que o túnel de navios tenha 37 metros de altura e 36 metros de largura, tendo aproximadamente 1,7 quilômetros de distância, do início ao fim.

Esse túnel irá ser construído para aumentar a segurança dos navios que navegam na região, permitindo a passagem tanto de navios de cargas, como de frotas de viagens costeiras, não atendendo navios de cruzeiros de luxo, que são demasiados grandes para o túnel.

A segurança se deve as águas de Stad, considerada uma região perigosa do oceano ao longo da costa da Noruega, devido a combinação de vento, ondas e a corrente oceânica.

Isso faz com que o trecho de Stad exija muito das embarcações, pois de acordo com a Administração Costeira Norueguesa, as correntes oceânicas e a topografia do fundo do mar criam condições inesperadas aos navios, como no caso de ondas muito altas em diferentes direções, criando situações críticas.

Além disso, outra situação que ocorre nas águas de Stad são os mares pesados, que permanecem vários dias após o vento se acalmar, o que também prejudica a navegação, mesmo em dias tranquilos.


Imagem em destaque: Kystverket / Projeto da Snøhetta

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo