Sustentabilidade

Casa tem turbina eólica, painéis solares, coleta e tratamento de água

A criação de uma casa autossuficiente chamou a atenção, devido a seus equipamentos e toda sua estrutura.

Ela é um modelo contêiner e ganhou o nome de Gaia, sendo uma unidade totalmente habitável e independente, não sendo preciso fontes de externas de energia ou água.

Gaia foi desenvolvida por arquitetos da empresa Pin-Up Houses, que tinham como objetivo criar um modelo de vida que tivesse menos impacto ambiental.

Sobre a casa

A casa já vem equipada com diversos equipamentos, como a turbina eólica própria, sistema de coleta da água da chuva e também três painéis solares.

Por não precisar de fontes externas de água ou energia, é possível que a casa seja transportada e alocada em qualquer lugar do mundo.

Na casa projetada pela Pin-Up Houses, existe bastante espaço para armazenar itens, além da sala de jantar e um sofá-cama, que é dobrável, a fim de acomodar ainda mais itens dentro da casa.

Na área externa de Gaia, o terraço é rebatido, e também é capaz de se transformar em um deck embutido.

Energia

A energia da casa é gerada pelo vento e sol, a partir da turbina eólica e os painéis solares, que abastecem o aquecedor de água, a geladeira e quaisquer outros eletrodomésticos que necessitem de energia.

Por se tratar de energia, a bateria também é capaz de recarregar celulares e outros dispositivos, como rádios.

Por fim, o nível da bateria da Gaia pode ser monitorado por meio de um aplicativo, onde é possível checar o consumo e o carregamento da bateria.

Material

A casa foi totalmente pensada em ser autossuficiente e sustentável, sendo a casa em si feita com o contêiner marinho que é reciclado e foi pulverizado com isolamento térmico.

Já o telhado é coberto com metal galvanizado, contando com uma chapa de metal ampliada, a fim de aumentar a captação de água.

O sistema de captação da água não só coleta, como também filtra a água do banheiro e também da cozinha da unidade contêiner.


Imagem em destaque: Foto: Pin-Up Houses

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo