Sustentabilidade

Empresa inventa irrigador solar de baixo custo

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Empraba Instrumentação) inventou um irrigador solar.

O produto foi desenvolvido pelo pesquisador Washington Melo, e é acionado pela luz solar e irrigando pequenas áreas de cultivo.

Dispositivo ficará ainda mais eficiente, inteligente e econômico

O irrigador utiliza o método de gotejamento, embora o produto ainda deverá ganhar válvulas de controle do fluxo de água.

As válvulas tem como objetivo garantir que a água tenha um aproveitamento mais eficiente, sendo acoplada diretamente a saída do irrigador solar.

Segundo o pesquisador, caso o solo esteja úmido e não precise de água, o aparelho ficará impedido de liberar a água, mesmo que esteja recebendo luz do sol.

Irrigador solar foi patenteado pelo INPI após cinco anos

O irrigador foi patenteado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) após cinco anos e meio de sua solicitação.

Apesar de não se tratar de uma inovação no mercado mundial, visto que já é utilizado por diversos países, como a Argentina, Colômbia e Moçambique, o equipamento será muito econômico e também inteligente.

Vantagens do produto

Atualmente, o produto já está bem conceituado, visto que existem mais de 60 mil visualizações sobre o produto na internet.

Isso se dá por conta de suas vantagens, como pelo fato do dispositivo ser fácil de montar e também contar com um preço acessível.

Washington Melo relata que o produto pode ser construído com objetos que seriam descartados, como garrafas e também recipientes de vidro, metal e plástico.

Outro benefício do irrigador solar é a sua intensidade de gotejamento, que pode ser ajustada através da altura do gotejador.

Além disso, o próprio produtor será capaz de colocar nutrientes ou outros tipos de insumo na água do reservatório, melhorando ainda mais o sistema de irrigação.

Por fim, com o irrigador solar, é possível contar com uma operação mais econômica, visto que não demanda eletricidade e também promove uma economia de água (através do método de gotejamento).

O dispositivo é uma ótima opção para quem deseja contar com um equipamento eficiente e inteligente, sem gastar tanto.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Portal Embrapa

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo