Sustentabilidade

Fazenda Urbana produziu 300kg de hortaliças e matou a fome de milhares de pessoas

Apenas em Paraisópolis, o projeto já produziu cerca de 300kg de hortaliças para a comunidade.

A Agro favela cresce cada vez mais. Ele é um projeto que busca produzir hortaliças em comunidades carentes para diminuir a fome e a má nutrição de famílias carentes. Mas, não é só no Brasil que o projeto existe.

Com idealização do Stop Hunger, presente em mais de 60 países. A horta chegou em Paraisópolis em outubro de 2020 e, até dezembro, já havia produzido cerca de 300kg de alimentos. Esses alimentos foram distribuídos para a comunidade e para o projeto Mãos de Maria.

A Agro Favela em Paraisópolis

Vale ressaltar que Paraisópolis é a 2ª maior comunidade e sua população foi fortemente impactada pela pandemia de coronavírus. Uma vez que grande parte de seus moradores atuam como autônomos ou trabalhadores informais. A horta veio então para o auxílio dessas famílias.

Andreia Dutra, presidente do Stop Hunger Brasil afirmou que entre os objetivos da horta comunitária está aumento de fazendas urbanas. Além disso, eles procuram adequar a comunidade e explorando espaços e possibilidades.

agro favela

O projeto conta com cerca de 960 pés de hortaliças. Além da doação de alimentos para os moradores, a Agro Favela doa algumas mudas. Assim, ela capacita e desenvolve hortas de cultivo doméstico. Cerca de 1.009 pessoas já foram beneficiadas de maneira direta com o projeto.

Outro objetivo do projeto é gerar empregos e renda. A partir da venda de parte da produção, a Agro Favela já capacitou cerca de 64 pessoas. Eles contam ainda com a parceria do G10 Favelas.

Os dois projetos acreditam que a melhor maneira para apoiar a população carente é com condições de alimentação saudável. Assim, através das hortas comunitárias, o alimento orgânico vai para a casa da população de baixa renda.

Além da possibilidade de comida saudável, uma alimentação de qualidade devolve a dignidade para a família. Dessa forma, pessoas bem alimentadas são mais felizes. E, além disso são capazes de ir atrás de seus sonhos e as crianças podem crescer de maneira saudável.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Internet

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo