Sustentabilidade

México reciclou 1 tonelada de plástico e transformou em ciclovia

O México reciclou 1 tonelada de plástico, ao transformar uma ciclovia modular e pré-fabricada com resíduos plásticos de pós-consumo.

A ciclovia composta por esses resíduos foi inaugurada no Parque Florestal de Chapultepec, na Cidade do México, capital do país.

A instalação da ciclovia é uma parceria entre a PlasticRoad, Orbia, Secretaria de Mobilidade da Cidade do México (SEMOVI) e Secretaria de Meio Ambiente da Cidade do México (SEDEMA).

A PlasticRoad foi quem desenvolveu a ciclovia, que foi feita na Holanda, que anteriormente já contava com dois pilotos inaugurados pela empresa.

De acordo com Eric Kievit, o diretor administrativo da PlasticRoad, o projeto na Cidade do México é uma oportunidade de testar o produto em um “conjunto de diferentes condições climáticas”.

A empresa deseja lançar a ciclovia de plástico reciclado de forma comercial na Holanda nos próximos meses, visto o sucesso da operação.

México reciclou 1 tonelada de plástico que seriam descartados ou incinerados

Todos os plásticos utilizados na ciclovia foram reaproveitados, pois seriam descartados ou então incinerados.

Entre as principais vantagens da utilização desses materiais está a sua vida útil cíclica, pois o material que se desgastar poderá ser reciclado novamente.

Além disso, o design da ciclovia oferece drenagem e armazenamento de água pluvial, a fim de evitar as comuns inundações que ocorrem na cidade.

A precipitação anual recorde da Cidade do México é de 54 milhões de metros cúbicos, sendo um dos grandes problemas de gestão de água.

Essa precipitação acaba impactando diretamente a disponibilidade de água potável e, consequentemente, na vida das pessoas que residem na cidade.

Segundo o secretário da Secretaria de Mobilidade da Cidade do México, Andres Lajous, há o apoio as iniciativas que são capazes de melhorar a mobilidade urbana sustentável.

Lajous também citou que a ciclovia inaugurada irá melhorar o atendimento ao cidadão, visto a redução de probabilidade de inundações, a necessidade de manutenção e também de poder dar aos cidadãos uma viagem mais confortável e segura.


Imagem em destaque: Foto/Reprodução Ciclo Vivo

Fonte: Ciclo Vivo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo